INFORMAÇÕES E SERVIÇOS PARA O CIDADÃO
Secretaria do Planejamento do Estado do Piauí
Economia do Vale do Guaribas é foco de Fórum on-line
21/05/2020 - 19:39  
  
Twitter 
Google+ 


Foto_21052020_070509


A Seplan  realizou, na tarde desta quinta-feira (21), o Fórum de Desenvolvimento Econômico e Social do Território Vale do Guaribas, através de vídeo conferência, para discussão dos impactos da pandemia da Covid-19 na região e como o Estado vem trabalhando para mitigar as consequências econômicas do necessário isolamento social. Foram divulgadas as ações das diversas secretarias e órgãos estaduais e de parceiros, como o Banco do Nordeste, Piauí Fomento, Fetag, EMATER, Ministério Público, lideranças comunitárias, prefeitos e membros do Território do Vale do Guaribas.

O secretário de Planejamento, Antonio Neto, ressaltou a importância em levar esse tipo de evento para todas as regiões, “Nossa meta é levar essa iniciativa para todos os territórios de desenvolvimento sustentável do Piauí, fortalecendo essa interlocução entre os órgãos e a população local, identificando as demandas e questões locais, seja na saúde, mas também no aspecto econômico que tanto será importante nesse processo de retomada”.

“Cada território possui características próprias como: potencialidades econômicas, densidade demográfica, hospitais, e o Guaribas tem sua relevância ampliada por fazer fronteira com um estado muito atingido pela COVID-19, que é o Ceará. Então estamos trabalhando para superar as dificuldades decorrentes da pandemia e levar crédito para os pequenos e microempresários da região, através de parcerias com o Banco do Nordeste e da Piauí Fomento e trabalhar junto a secretaria de Agricultura Familiar e outros parceiros para amparar o trabalhador rural que certamente é um dos mais atingidos nesse momento”, disse o secretário.

Participando do evento, a superintendente de Estudos Econômicos e Sociais, Liége Moura, apresentou estudo com os principais indicadores econômicos e sociais do território do Vale do Guaribas “nessa análise nós estamos trabalhando exatamente pensando na realidade socioeconômica do estado e fazendo isso por território de desenvolvimento. A ideia é entender melhor os impactos que esse território está vivenciando diante dessa medida preventiva inédita que é o isolamento social”.

“O Comércio varejista e os serviços são o grande destaque em número de empregos e geração de renda no território, então isso nos baliza para acreditarmos nos impactos significativos que ocorrerão em Picos e Pio IX, os maiores municípios, e nos municia das estratégias a serem adotadas ao se trabalhar a abertura gradual das atividades econômicas”, relatou Liége.

A secretária de Agricultura Familiar apresentou a estruturação de um projeto de Aquisição de Alimentos e doação simultânea, uma iniciativa do próprio estado no sentido de garantir a venda da produção. “Com as feiras e mercados fechados, os agricultores estão sentindo uma grande dificuldade em fazer o escoamento da produção, principalmente tendo em vista a boa safra obtida este ano” declarou a superintendente de Programas para Cafeicultura Famíliar da SAF, Patricia Vasconcelos.

Também foi discutindo a contribuição do programa Viva Semiárido, um projeto executado a partir de operação de crédito do FIDA. A reunião abordou, ainda, o acesso ao crédito. Foi discutido o apoio as micro e pequenas empresas e a construção de estratégias voltadas para o produtor rural.  A representante da Piauí Fomento, Carlete Carvalho Freitas, abordou a desburocratização do crédito realizado pela agência, “nós estamos disponibilizando linha de crédito voltada para o setor turístico, que é uma das atividades mais atingidas ao longo da pandemia, e que provavelmente serão as últimas a retornarem e que precisam de um aporte financeiro que permita a manutenção de sua estrutura e dos empregos a elas vinculadas. O setor turístico é uma grande cadeia, que vai desde a agencia de viagem, guias, setor alimentício, pousadas e hotéis e que envolve um número considerável de empregos e a Piauí Fomento tem recursos para investir. Outra linha importante é o FEP, Fundo Especial de Produção, que é focada nos pequenos produtos e apoia seu processo produtivo, assistência técnica, e é outra linha disponível”, explicou.

Por fim o secretário Antonio Neto reiterou a orientação pelo isolamento social “o estado vem se embasando em evidências cientificas para decidir quando será realizada a flexibilização, o governador determinou a formação de um comitê para discutir quando e como será feito isso. Então nós reforçamos o pedido para barrar a circulação desnecessária de pessoas, evitar o aumento do número de infectados por covid-19, pois  ainda existe a  necessidade de ampliarmos a rede de assistência hospitalar e o número de leitos e não tem sido fácil, tendo em vista a enorme concorrência. Por isso  nós reiteramos o pedido para que a população faça a parte dela, e assim sairemos todos dessa situação”, finalizou

   .

SEPLAN - Secretaria do Planejamento do Estado do Piauí
Av. Miguel Rosa, 3190 - Centro Sul - Teresina - PI - 64.001-490
Tel.(86) 3221-3580 - © 2016. Todos os direitos reservados.