INFORMAÇÕES E SERVIÇOS PARA O CIDADÃO
SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO
Seplan busca parcerias para Projeto Jaborandi
05/10/2021 - 15:19  
  
Twitter 
Google+ 
Nessa terça-feira, 05, a secretária de planejamento Rejane Tavares reuniu-se, em seu gabinete, com representantes de setoriais do governo para discutir o Projeto Jaborandi, planejado para ser implementado no Território de Desenvolvimento Cocais. 
Foto_07102021_091055


No encontro, foi apresentado que o jaborandi, planta nativa dos estados do Piauí, Maranhão e Pará, é a fonte natural de pilocarpina, única substância no mundo capaz de tratar o glaucoma, além de contribuir na produção de um colírio que retarda o envelhecimento da córnea. 

A partir dessas vantagens de investir na colheita da cadeia produtiva do jaborandi, a secretária propôs aos presentes a sugestão de plantar sistemas agroflorestais em assentamentos rurais no Território de Cocais. Com esse incentivo, as pessoas que colhem as folhas da planta, a maioria vivendo na extrema pobreza, teriam um aumento significativo no valor da colheita, a valorização do seu trabalho e capacitação técnica a partir da instalação de estrutura tecnológica no local.
Foto_07102021_081030


“Dar visibilidade e reconhecimento econômico e social às coletoras e aos coletores é de máxima importância no momento, pois, com a organização de toda a cadeia produtiva do jaborandi e com a cooperação técnica entre os setores, as políticas públicas trarão o desenvolvimento para o Piauí e para a população”, afirmou Rejane Tavares.

Na reunião, estiveram presentes representantes da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (SASC), da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (EMATER) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR). 

Essa parceria técnica auxiliará no investimento em projetos de financiamento, no incentivo à assistência social principalmente às mulheres coletoras de folhas do jaborandi e na criação ou desenvolvimento de uma lei de regulamentação de exploração para não-madeireiros, bem como na articulação de assistência técnica entre os coletores e o governo.

Segundo Naila Fortes, diretora de Parques e Florestas da SEMAR-PI, “esse projeto tem um potencial imenso de desenvolvimento em três pilares importantíssimos de trabalho, que são o investimento produtivo, a preservação ambiental e a assistência social às pessoas que trabalham nessa cadeia produtiva, levando para elas autoestima, resultados financeiros e estímulo”.
SEPLAN - Secretaria do Planejamento do Estado do Piauí
Av. Miguel Rosa, 3190 - Centro Sul - Teresina - PI - 64.001-490
Tel.(86) 3221-3580 - © 2016. Todos os direitos reservados.