Secretaria do Planejamento do Piauí – SEPLAN

Segunda edição do Diálogo Integrado lança Indicador de desempenho e eficiência Governamental

Compartilhar:

O evento reuniu gestores e servidores que atuam nas plataformas eletrônicas de convênios tanto a nível estadual quanto federal

A busca por uma gestão eficiente e responsável dos recursos públicos é uma prioridade crescente para o Governo do Estado do Piauí. Nesta perspectiva, a Secretaria Estadual do Planejamento do Piauí (Seplan), por meio da Superintendência de Monitoramento Estratégico (SUME), realizou hoje a abertura do primeiro dia de evento do II Diálogo Integrado sobre Gestão de Repasses. O encontro aconteceu no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI).

O evento direcionado a servidores e técnicos responsáveis pela captação de recursos do Governo Federal para obras e projetos públicos registrou aproximadamente 360 inscrições. Estiveram presentes servidores das diversas secretarias do Governo do Estado, incluindo os secretários estaduais de Planejamento, Washington Bonfim; de Administração (Sead), Samuel Pontes; de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Mauro Eduardo; bem como o superintendente executivo de governo da CAIXA, Edilberto Costa Oliveira.

Ao iniciar o evento, o secretário Washington Bonfim apresentou o Indicador de Desempenho de Eficiência Governamental (IDEG-PI), uma ferramenta projetada para aprimorar o controle e a gestão das obras, visando garantir a eficácia dos contratos firmados. “Este indicador é de suma importância para o sistema de gestão. Através dele, é possível monitorar o término das obras, determinar o momento adequado para manutenção e avaliar a qualidade do trabalho por meio de dados concretos. Constitui uma ferramenta crucial para estabelecer as prioridades das obras, resultando em uma organização mais eficiente para o governo e os gestores, respaldada por informações precisas”, explicou o secretário. “Esse evento é mais um passo para o governo digital, é um salto de qualidade e eficiência para nossa engenharia local”, finaliza Washington Bonfim em sua fala.

O IDEG, enquanto ferramenta de gestão, proporciona uma precisão financeira aprimorada, impulsionando a eficiência das ações e facilitando a consolidação dos dados por meio de um painel de indicadores.

O evento seguiu com a palestra da convidada Lorreine Vaccari, diretora de Gestão de Inovação da Secretaria de Infraestrutura e Logística do Paraná na qual abordou sobre a Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modeling – BIM) no Governo do Estado do Paraná. A metodologia BIM é destacada como uma das principais ferramentas para aprimorar a qualidade e a governança das contratações públicas de projetos e obras. Ao concluir sua apresentação, a palestrante elogiou o Governo do Piauí, destacando que o principal objetivo de um estado digital é empregar o planejamento e a inovação tecnológica para tornar os dados essenciais para a eficiência das obras públicas.

A segunda edição do Diálogo Integrado sobre Gestão de Repasses demonstra o compromisso do Governo do Estado em aprimorar a administração dos recursos e assegurar sua utilização de maneira transparente e eficaz. O evento seguirá  até a próxima quinta-feira (14), com oficinas realizadas no turno da tarde. Os temas abordados incluem: SIGRP – Legislação e Prática na Plataforma; Transferegov – Cadastro, Prospecção, BI e Prática de Inserção de Proposta; Licitações e Contratos – Principais Alterações e Práticas; Fiscalização de Obras – Legislação e Práticas; e SIMO – Sistema de Monitoramento de Obras.

Compartilhar:

Leia também

Pular para o conteúdo