Secretaria do Planejamento do Piauí – SEPLAN

Secretário de Planejamento participa de missão internacional

Compartilhar:

Durante a missão, foram firmados importantes acordos de cooperação visando transformar o Estado em um hub de produção sustentável e inovação energética.

O Governador do Piauí, Rafael Fonteles, juntamente com membros do governo estadual, embarcou para uma missão internacional na Europa, iniciada em Amsterdã no último domingo (12), como o objetivo de atrair novos investimentos para o Estado. Acompanhado pelo Secretário do Planejamento (Seplan) Washington Bonfim, e do Presidente da Agência de Atração de Investimentos Estratégicos (Investe Piauí), Victor Hugo, a comitiva piauiense se juntou a outros governadores nordestinos numa iniciativa coordenada pelo Consórcio Nordeste. O grupo participou de uma reunião com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), onde foram delineados os principais objetivos e a agenda das atividades na Europa.

Na segunda-feira (13), Rafael Fonteles e representantes dos estados nordestinos participaram de reuniões com a Agência Empresarial Holandesa (RVO) e a Iniciativa de Hidrogênio Verde do Norte da Alemanha (HY-5) durante o Seminário e Exposição Mundial do Hidrogênio 2024 em Roterdã, na Holanda. Essas discussões visam promover a transição energética e facilitar a troca de experiências entre o governo do Piauí e entidades europeias, visando futuras parcerias para implementar novas cadeias produtivas e promover o desenvolvimento de negócios entre o Brasil e a Europa.

Dando sequência a agenda do dia, a delegação piauiense marcou presença na 4ª Edição do Summit Piauí-Europa de Hidrogênio Verde, promovido pelo Governo do Estado através do stand da Invest Piauí onde foram firmados acordos de cooperação com empresas internacionais renomadas, visando o desenvolvimento de tecnologias para a produção de hidrogênio verde no Estado.

Durante o evento, o governador destacou que o Piauí abriga os dois maiores projetos de hidrogênio verde do mundo em Parnaíba, consolidando o estado como um polo importante na produção desse combustível sustentável. “O Piauí está cada vez mais atraindo investimentos que vão alterar a realidade do nosso estado e dos piauienses, a partir da transição energética e da industrialização verde. Esses investimentos irão gerar muitos empregos e melhorar a renda e qualidade de vida do nosso povo”, disse o governador Rafael Fonteles em suas redes sociais.

O terceiro dia da missão incluiu a participação no evento H2 Tech Series, onde o governador representou o Consórcio Nordeste, compartilhando as perspectivas e desafios da industrialização baseada em hidrogênio. O ciclo de palestras, organizado pela ApexBrasil e pelo colegiado de governadores nordestinos, tem como objetivo apresentar o panorama do hidrogênio verde enquanto matriz energética.

A equipe do governo estadual prestigiou a assinatura de um acordo de cooperação entre a Eletrobras e a Green Energy Park (GEP) para a produção de hidrogênio verde e derivados na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Parnaíba. O acordo foi firmado no segundo dia do Seminário e Exposição Mundial do Hidrogênio 2024, que é o maior evento de hidrogênio verde do mundo. “A celebração deste memorando mostra que estamos no caminho certo e que empresas gigantes confiam que seremos o maior produtor de combustível verde e sustentável do mundo. Foi mais um passo dado para que o Piauí se torne o estado dos produtos verdes, com o hidrogênio verde sendo apenas um deles”, destacou o governador Rafael Fonteles.

O vice-presidente de Comercialização de Energia da Eletrobras, Ítalo Freitas, destacou a alegria com o acordo firmado. “A nossa ideia é ajudar a Green Energy Park em seu projeto de hidrogênio verde no Piauí, levando infraestrutura e energia ao estado que será o berço do hidrogênio para o mundo”, frisou o gestor.

Na quarta-feira (15), em uma missão em Bruxelas, na Bélgica, o secretário do Planejamento, Washington Bonfim, representou o governador em uma mesa redonda com os integrantes do Consórcio Nordeste no Ministério das Relações Exteriores, para discutir o potencial da economia verde, especialmente o hidrogênio verde, como fonte de energia limpa e sustentável. A mesa contou com a presença da princesa Astrid, que prestigiou a apresentação de todos os Estados que compõem o grupo e dos planos do Piauí, em parceria com a União Europeia, para desenvolver o maior hub de produção de hidrogênio verde do mundo.

“No mesmo dia estivemos na Comissão Europeia com o vice-presidente da União Europeia para Relações Internacionais e Assuntos Econômicos, e também com a comissária para Parcerias Internacionais. Uma reunião longa e muito produtiva em que todos os estados do nordeste, especialmente o Piauí, teve oportunidade de mostrar o seu potencial em energias renováveis, especialmente na produção de hidrogênio verde”, disse Bonfim.

O secretário do planejamento seguiu cumprindo agenda em Berlim, na Alemanha, participando do seminário promovido pela ApexBrasil. “Foi realizado um evento importante com empresários alemães para mostrar as potencialidades do nordeste. Tive a oportunidade de falar em nome do governador Rafael Fonteles, numa mesa composta também pelo Governo do Maranhão, representado pelo vice-governador Felipe Camarão e pelo Estado da Bahia, na pessoa do próprio governador Jerônimo Rodrigues”, fala o secretário.

A agenda na Europa teve seu fim nesta sexta-feira (17), com encontro do secretário Washington Bonfim com autoridades econômicas da República Federal Alemã e uma visita à Associação Fraunhofer, instituto técnico alemão com o qual o Piauí irá assinar um memorando de entendimentos durante a Conferência Internacional sobre Tecnologias e Energias Renováveis (CITER), em junho, em Teresina.

“Finalizamos uma semana intensa e muito produtiva, liderada pela presidente do Consórcio Nordeste, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra. Estamos satisfeitos de poder ter feito vários contatos empresariais, mas principalmente contato governamental e importante com o governo alemão para alcançar as empresas alemãs que, na palavra do secretário de governo, têm no hidrogênio verde uma saída para a questão da descarbonização da economia do país, mantendo o seu status como uma das potências mundiais nesse momento em que vivemos uma crise climática tão grave”, disse o secretário do planejamento.

Além das tratativas econômicas e tecnológicas, a delegação piauiense recebeu expressões de solidariedade das autoridades e empresários alemães em relação ao povo brasileiro, especialmente ao estado do Rio Grande do Sul, que enfrenta uma grave tragédia climática.

Compartilhar:

Leia também

Pular para o conteúdo